domingo, 24 de abril de 2011

Ataques e tentativas da Coluna Prestes em dominar a cidade de Ijuí - 29 de outubro de 1923 - Relatório Municipal de 1924 - Relato do próprio Cel. Dico - parte II

Um mapa da região por onde poderia ter passado a Coluna Prestes em seu ataque e tentativa de entrada na cidade de Ijuí, através da "Picada da Conceição", e que passava sobre o rio Conceição.

Capitão Luiz Carlos Prestes
Principais lideranças da Coluna Prestes
Coluna Miguel Costa–Prestes: Costa é o quarto sentado (esq. para dir.) e Prestes, o terceiro.
Rio Conceição no Distrito do Barreiro, também chamado de "Picada da Conceição". Em alguma dessas passagens do rio deve ter acontecido os principais combates entre a Coluna Prestes e a resistência de Ijuí.

Tte. Cel. Martin Leonardo - primeira autoridade polícial da cidade de Ijuí e um dos líderes da resistência ijuiense.
Coluna Provisória (contra a Coluna Prestes), em 1924. Foto faz parte da Coleção Ijuí do Museu Antropológico Diretor Pestana - MADP, publicada o livro "História Visual da Formação de Ijuí", organizado por MARQUES, Mário Osório; GRZYBOWSKI, Lourdes Carvalho.  Livraria UNIJUÍ Editora, p. 100.
Chrysanto Leite um dos feridos gravemente o ataque da Coluna Prestes em Ijuí
Grupo de civis e policiais que rechaçou o assalto dos revolucionários de Prestes a Ijuí na madrugada de 29 de outubro de 1924. Sentados: Bento Antunes, Cabo Luiz, Hildebrando de Andrade (Brandino), Martim Leonardo (Martinzinho), delegado de polícia e comandante, Fernando Soares, Peri Leonardo e (o último não foi possível identificar). Foto publicada na edição do jornal Correio Serrano do dia 19 de outubro de 1970.

Ponte sobre o Rio Conceição, medindo 60 metros de comprimento. Liga o 1o. Distrito (Alto da União) ao então Distrito de Augusto Pestana. Fonte: Álbum Comemorativo ao Cinqüentenário de Dr. Pestana (hoje "Augusto Pestana") - 2o. Distrito de Ijuí, publicado em 29/09/1951. Organizado pelo Dr. Orlando Dias Athayde. Não temos certeza, mas possivelmente seria a mesma citada e projetada no Relatório Municipal do Cel. Dico, no ano de 1924, que seria ainda construída por sua administração.
Ten. Cel. Alfredo Steglich - Intendente eleito no dia 21 de abril de 1925 a 14 de janeiro de 1928.
       Após estar por dois períodos a frente do município de Ijuí, uma vez como Intendente Provisório e outra vez como Intendente eleito, o Cel. Antônio Soares de Barros deixa a prefeitura, e a partir das eleições ocorridas no dia 21 de abril de 1925, o Ten. Cel. Alfredo Steglich assume o cargo de Intendente Municipal,  até o dia 14 de janeiro de 1928. O Cel. Dico voltará , ainda, ao cargo de Intendente Municipal  eleito (Prefeito), por mais um período, ou seja, de 12 de fevereiro de 1929 a 03 de janeiro de 1938.
Postar um comentário