sexta-feira, 30 de setembro de 2011

O prédio histórico do "homem da Bola" - discussão sobre patrimônios históricos de Ijuí

Coluna do Museu Antropológico Diretor Pestana - MADP de Ijuí - publicada no Jornal da Manhã:

Fonte: Reprodução de artigo publicado na Coluna do MADP no Jornal da Manhã de Ijuí, dia 03/04/1010.
 Para saber mais sobre o "Homem da Bola", fotos atuais e sua atual localização, veja também: http://ijuisuahistoriaesuagente.blogspot.com/2011/06/nesta-esquina-da-rua-24-de-fevereiro.html

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Um pouco mais do comércio e indústria de Ijuí no ano de 1965 - quando a cidade completava 75 anos de Colonização. Destaque para a Casa Genta, Conjunto Musical "Os Futuristas", família de Guilherme Klamt e Granja Megier de Francisco Megier.

        Reproduzimos abaixo mais algumas páginas publicitárias publicadas no  "Álbum Comemorativo" dos 75 anos de Colonização de Ijuí, publicado  pela Editora Revista Brasileira (que tinha por objetivo mostrar os municípios do Brasil). Infelizmente na edição publicada não consta a sede da Editora, apenas cita o nome de seu editor: H. P. Müller. Objetivo aqui é visualizar/conhecer um pouco mais do existia em termos de comércio e indústria na cidade de Ijuí no ano de 1965.
 


segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Museu Antropológico Diretor Pestana - MADP reúne ferroviários na busca pela história e documentos sobre a Viação Férrea de Ijuí - em 2011 ela completa 100 anos de existência

Comissão organizadora da exposição e comemorações  dos 100 anos da Viação Férrea em Ijuí reunida nas dependências do MADP
Resgatar a história dos cem anos da vai férrea é principal objetivo do projeto “Memória Ferroviária em Ijuí”. O projeto prevê a realização de uma exposição sobre os 100 anos da viação férrea em Ijuí que permitirá um diálogo com o público envolvido de modo a socializar os resultados e promover o debate sobre a importância do patrimônio material e imaterial para a identidade local. 
A foto de 11 de outubro de 1911 mostra a festa de inauguração da via férrea e da Estação Ferroviária de Ijuhy, como se escrevia à época, e que nesse ano completa 100 anos de existência. Foto: Coleção Beck - Museu Antropológico Diretor Pestana.
Para preparar a exposição, que está programada para acontecer de 10 de outubro a 23 de dezembro, no Museu Antropológico Diretor Pestana, foi realizada uma reunião com os trabalhadores ferroviários, familiares e usuários. A intenção é de colher relatos do cotidiano do trabalho na ferrovia e coletar materiais representativos da história ferroviária no município. Foi formada uma comissão composta pela diretora do Museu, Stela Zambiazi Oliveira; presidente da Associação de Amigos do Museu, Josei Fernandes e representantes dos ferroviários, sendo que a primeira ação será de agendar uma audiência com o prefeito municipal, Fioravante Ballin, para reforçar a necessidade do envolvimento do poder público nos festejos do centenário da Viação Férrea, principalmente diante da demanda da sociedade a respeito da realização de um passeio de trem e da preservação do patrimônio ferroviário local.
Ficou marcada uma mesa redonda para o dia 17 de setembro com ferroviários para registro da história ferroviária em Ijuí e para o dia 31 de outubro – Dia do Ferroviário – um encontro dos trabalhadores que atuaram na rede ferroviária regional.

Fonte da notícia: Site do MADP, disponível em: http://www1.unijui.edu.br/museu/destaques-museu

domingo, 25 de setembro de 2011

O velho escravo "Congo Velho" - um antigo escravo que se radicou em Ijuí e um dos primeiros africanos a chegar em nossa cidade.

O vulgo "Congo Velho" foi um antigo escravo que viveu quase um século em nossa cidade. Seu nome era Narciso José do Nascimento, nascido em Unhacapetum, atualmente
4º Distrito de Santo Ângelo. Viveu cativo durante mais de 20 anos. Antes de vir para Ijuí, em 1912, tomou parte da Revolução de 1893. Na "Colméia do Trabalho", ajudou na construção da Estação Ferroviária. Em seus últimos anos de vida, ganhava seu sustento por meio de serviços ocasionais e vendendo bilhetes de loteria. Todavia era muito bem quisto, esse negro humilde, devido a sua jovialidade e honestidade. Faleceu no ano de 1941. (Fonte: Guia Biográfico das Ruas de Ijuí, 1982, de Luis Carlos Ávila).

 No ano de 1967, quando da edição comemorativa do cinqüentenário de fundação do jornal Correio Serrano, de Ijuí, o historiador e Dr. Martin Fischer, então redator do jornal, publicava um extenso artigo entitulado “A Colonização de Ijuí – Um Retrospecto Histórico, Sociológico e Étnico”, frutos de suas pesquisas, leituras e anotações particulades. Numa das abordagens sobre a presença do elemento africano na colonização de Ijuí Dr. Martin Fischer registrou um pouco da história e vida do "Congo Velho".
Registro histórico importante sobre a vida do "Congo Velho", quando dá uma entrevista especial para o Álbum Comemorativo aos 50 anos da Colonização de Ijuí - 1890-1940.
Jornalista e historiador Ademar Campos Bindé também registrou em sua coluna no jornal "O Repórter", do dia 16/10/2010, a vida e importância histórica do velho "Congo".

sábado, 24 de setembro de 2011

Comércio e indústria de Ijuí em 1965. Ainda sobre o vereador Renato Gonçalves Terra e a Granja Kommers de Ernesto Kommers

Cidade de Ijuí no ano de 1970, conforme jornal Correio Serrano do dia 19/10/1973.
 Os números do comércio e indústria de Ijuí no ano de 1965:
Dados publicados em 1965 no  "Álbum Comemorativo" dos 75 anos de Colonização de Ijuí, publicado  pela Editora Revista Brasileira (que tinha por objetivo mostrar os municípios do Brasil). Infelizmente na edição publicada não consta a sede da Editora, apenas cita o nome de seu editor: H. P. Müller.

Alguns anúncios comerciais publicados na revista Comemorativa aos 75 anos da colonização de Ijuí. Publicamos os mesmos para mostrar um pouco do comércio e indústria que existia na época.
 Vereador Renato Gonçalves Terra, no periodo de 1964 a 1967:


Conheça um pouco da "Granja Kommers" de Ernesto Kommers" - ano de 1965:

Reportagem publicada no Álbum Comemorativo aos 75 anos da Colonização de Ijuí

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Desfiles de 20 de Setembro e Semana Faroupilha na cidade de Ijuí em épocas passadas - O berço do tradicionalismo gaúcho!


Um dos primeiros desfiles de tradicionalistas em Ijuí organizado pelo Capitão Laureano de Medeiros na década de 1940. Fonte da foto: Publicada na coluna do jornalista e historiador Ademar C. Bindé, no jornal "O Repórter", do dia 23/06/2010.
Desfile de 7 de setembro de 1951. Fonte: "Guia Publicitário e Histórico de Ijuí e Panambi - 1955/56", organizado por Fraiem Cotliarenco Editora, de Porto Alegre, RS.
Desfile Farroupilha de 1953. Fonte da foto: "Guia Publicitário e Histórico de Ijuí e Panambi - 1955/56", organizado por Fraiem Cotliarenco Editora, de Porto Alegre, RS.


Em 1957, tradicionalista em marcha cívica e demonstração de amor a pátria e ao Rio Grande realizaram uma grande marcha a cavalo de Ijuí até Porto Alegre, liderados pelo Capitão Laureano de Medeiros. Fonte: Jornal Correio Serrano do dia 05/11/1967.
Tradicionalistas desfilando em 7 de setembro de 1962. Fonte da foto: Álbum Comemorativo ao Cinqüentenário da Emancipação Política Administrativa de Ijuí - 1912-1962.
Registro histórico de alguns dos primeiros tradicionalistas farroupilhas de Ijuí e do Rio Grande do Sul, se destacando na foto o Capitão Laureano de Medereiros. Fonte da foto: Álbum Comemorativo ao Cinqüentenário da Emancipação Política Administrativa de Ijuí - 1912-1962.
Tradicionalistas de Ijuí desfilando nas festividades do cinqüentenário de emancipação política da cidade, no dia 19 de outubro de 1962. Fonte da foto: Álbum Comemorativo ao Cinqüentenário da Emancipação Política Administrativa de Ijuí - 1912-1962.
Reprodução de coluna do jornalista e historiador Ademar Campos Bindé, no jornal "O Repórter", do dia 23/10/2006, contando a história da vida e obra do capitão Laureano de Medeiros, um dos pioneiros do tradiconalismo em Ijuí e no Rio Grande do Sul.

Um grupo de tradicionalistas que participaram do desfile de 20 de setembro de 2010 prestam saudação junto ao palanque oficial das autoridades municipais. Fonte da foto: Ijuí.com.
 
Desfile de 20 de setembro de 2011. Fonte da foto: Portal Ijuí.Com. 

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Vida de Emil Glitz - imigrante da Colônia de Ijuhy - é destaque no jornal Zero Hora

O artigo sobre a vida e obra do imigrante lituano Emil Glitz contou com a colaboração do jornalista e historiador ijuiense Ademar Campos Bindé, e foi publicado na Coluna "Almanaque Gaúcho" de Ricardo Chaves e Luís Bissigo, no jornal Zero Hora do dia 19/09/2011, e destaque também no Clic RBS, disponível em: http://wp.clicrbs.com.br/almanaquegaucho/2011/09/19/quando-ijui-era-ijuhy/?topo=13,1,1,,,13 

domingo, 18 de setembro de 2011

Vista parcial da área central de Ijuí no ano de 1938 - foto inédita!


Presídio municipal de Ijuí no ano de 1940
Fonte: Álbum Comemorativo ao Cinqüentenário da Colonização de Ijuí - 1890-1940.
 A mesma vista de 1938 - aproximada - em 2011:
A Imasa aparece na foto em primeiro plano. Foto batida a partir da rua Carlos Gomes, primeira rua paralela acima da Imasa.

sábado, 17 de setembro de 2011

UNIJUÍ - 50 anos de ensino superior em Ijuí - Caderno Especial - Parte II - Final

Reprodução de caderno especial (de 12 páginas) sobre os 50 anos do Ensino Superior em Ijuí publicado pelo jornal Zero Hora de Porto Alegre, no dia 16/03/2007. Circulou encartado no jornal nas regiões de Ijuí, Cruz Alta, Santa Rosa e Santo Ângelo.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

UNIJUÍ - 50 anos de ensino superior em Ijuí - Caderno Especial - Parte I

Reprodução de caderno especial (de 12 páginas) sobre os 50 anos do Ensino Superior em Ijuí publicado pelo jornal Zero Hora de Porto Alegre, no dia 16/03/2007. Circulou encartado no jornal nas regiões de Ijuí, Cruz Alta, Santa Rosa e Santo Ângelo.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

FENADI - Festa Nacional das Culturas Diversificadas de Ijuí - A feira dos Povos

Coluna do Museu Antropológico Diretor Pestana - MADP de Ijuí - publicada no Jornal da Manhã:

Fonte: Reprodução de artigo publicado na Coluna do MADP no Jornal da Manhã de Ijuí, dia 28/08/2010.