sábado, 5 de fevereiro de 2011

Um pouco mais da história do CTG Clube Farroupilha de Ijuí - parte II

Rua: Francisco Berenhauser, 666 - Bairro: Penha - Cidade: Ijuí/RS
Fundado em: 19/10/43 (o segundo CTG mais antigo do Estado e o 1º do município).
 
Lema: “Pelo Rio Grande Como Ele é”.

Diante da necessidade de preservar os costumes mais autênticos do gaúcho, nasciam em Ijuí as primeiras Manifestações Tradicionalistas do Estado.
Em 1908 os ijuienses presenciavam estas manifestações onde tinham o apoio de lideranças, como os militares da época. 
Capitão e tradicionalista Laureano de Medeiros - Foto do Acervo particular do historiador e jornalista Ademar  Campos Bindé. Publicada no Jornal "O Repórter", de Ijuí, edição 23/06/2010
 Em 1942 o povo sentiu a presença do movimento organizado com sua hierarquia, quando o Capitão Laureano de Medeiros e seus companheiros de fé enfrentando o bárbaro preconceito da “sociedade moderna”, criou-se, então o “ESQUADRAO FARROUPILHA”, com a finalidade de reunir a gauchada do campo e da cidade para uma prosa de mate, onde eram tratadas as lides que viessem a realizar.
Um dos primeiros desfiles tradicionalistas de Ijuí e do RS, organizado por Laureano de Medeiros, na década de 1940.
 Durante o desfile de 07 de setembro de 1943, o Capitão Laureano de Medeiros, empunhou a Bandeira Farrapa, proibida na época, desafiando a ditadura da “Era Vargas”, que queimava as bandeiras dos Estados como sinal de força de uma Unidade Nacional.
Placa na entrada da sede social do CTG Clube Farroupilha

Em 19 de outubro de 1943, a entidade foi oficialmente registrada tendo como seu 1º patrão o Sr. João Vargas de Souza, que permaneceu no cargo apenas por um mês, logo em seguida as rédeas foram conduzidas pelo Capitão Laureano de Medeiros. As reuniões eram realizadas no Clube Ijuí ou na Sociedade Ginástica, não havia sede própria.
Desfile tradicionalista de 1951
 Em 1956, foi realizado em Ijuí o 3º Congresso Tradicionalista Gaúcho,sediado na Sociedade Ginástica, sob o comando do Farroupilha, vieram delegações de vários países, da Argentina e Uruguai. Delegações estas, recebidas pela Entidade na Estação Férrea de Ijuí. Neste mesmo ano a Prefeitura doou, uma área de terra, através do Sr. Prefeito Lothar Friedrich, às margens do Rio Potiribu, onde hoje está localizado o Clube dos Apicultores. Sede que na época foi construída com costaneiras e capim, destruída em 1960, com um incêndio, destruindo vários documentos e objetos.
Outro desfile tradicionalista - ano de 1953
 Em 1957 um grupo de treze cavaleiros, intitulados “Piquete Farroupilha”, sob o comando do Capitão Laureano, saíram em cavalgada até a Capital do Estado, homenageando o Povo Gaúcho e a Imprensa. Participaram do desfile dia 20 de setembro, alguns jornais da época retrataram a façanha editando frases de incentivo como: “Piquete Farroupilha empolgou o Rio Grande”, “Piquete Farroupilha em São Leopoldo”, “Amanhã Regressará o Piquete Farroupilha”, “Recepção condigna ao Piquete Farroupilha”, entre outras.
No ano de 1958 , O Governador do Estado Sr. Ildo Meneguetti, convidou os integrantes do Piquete Farroupilha e sua Invernada Artística, para um evento no Clube Caça Tiro e Pesca de Canoas, onde foram homenageados pelos grandes feitos em prol do Rio Grande do Sul.
Em 1959 o Clube Farroupilha passou a chamar-se “Centro de Tradições Gaúchas Clube Farroupilha”, fato este, que repartiu opiniões e causou discussões entre alguns tradicionalistas que não queriam perder o nome símbolo para o RS e que tantos exemplos de Civismo deu ao Estado.
A segunda sede foi inaugurada no ano de 1967, pelo Patrão José Fagundes de Mello, localizada no seu atual endereço, isto é, na rua Francisco Berenhauser, 666. Bairro da Penha.

 Em setembro de 1982, houve o lançamento da Pedra Fundamental para a construção da nova sede. Esteve presente na festividade, o Governador do Estado Sr. Amaral de Souza, entre outras autoridades. 
 A terceira e atual sede, foi iniciada pelo Patrão Aldo do Patrocínio Azambuja e finalizada pelo Patrão Breno Weber no ano de 1990.
 
 O CTG Clube Farroupilha sempre se destacou nas atividades e competições Artísticas, Culturais, Campeiras e Bocha, Municipal de Estadual; conquistou títulos de 1ª Prenda Estadual em 1985, com Angélica Rosecler da Silva; em 1990 com Patrícia Oliveski, e 3ª Prenda Juvenil do Estado com Tassiana Baldissera; em 1997 Miriam Almeida trouxe o título de 2ª Prenda do RS; em 2002 Lais Gasparoto Jalil presenteou o Farroupilha com o título de 2ª Prenda Juvenil do Estado; em junho de 2003 a prendinha Geovana Jakuski Gelatti conquistou o título de 3ª Prenda Mirim do RS; em 2004 Juliana Gelatti 2ª prenda juvenil da 9ª RT.

Foram Patrões deste Centro de Tradições: João Vargas de Souza, Laureano de Medeiros, Leopoldo Pauli, Pelópidas Glasherster, Artêmio Corso, João Arbo Bindé, José Fagundes de Mello, Ananias Rodrigues de Bairros, José dos Santos B. Vidal, Aldo do Patrocínio Azambuja, Edegar A Weber, Vitor Apolinários L. de Oliveira, Rui Straglioto, Enio Moraes Fernandes, Felipe Smoco, Nilo R. Leal da Silva, Walter E. Bandeira, Osvino Nonnenmacher, Jorge Amaral de Oliveira, João Eclair Amaral. Atualmente: Jorge Amaral.


- Veja também:
Postar um comentário