quinta-feira, 13 de novembro de 2014

A indústria, comercialização e antigos produtores de bebidas em início, no início do século passado. O município chegou a ter a maior produção de aguardente do Rio Grande do Sul!


A produção de uva pelos primeiros imigrantes era grande... e da uva saia também o vinho... e muito vinho até para a comercialização regional e estadual.
Fotográfo Carlos Germano Beck e sua família. Não há localização da foto ou data. Fonte: MARQUES, Mário Osório; GRZYBOWSKI, Lourdes Carvalho. História Visual da Formação de Ijuí, MADP/UNIJUÍ Editora, p. 39.

A plantação de cana de açúcar era uma forma de subsistência dos colonos. Da moagem da cana saiam vários produtos, e também a cachaça ou aguardente que além de ser comercializada na região e Estado, chegou até ser exportado para a Europa, via Argentina... Muito aguardente era levado em barril até o vizinho país. Lá recebia outra embalagem, e passava a ser produto argentino de exportação...
 Fotográfo Eduardo Jaunsem. Não há localização da foto ou data. Fonte: MARQUES, Mário Osório; GRZYBOWSKI, Lourdes Carvalho. História Visual da Formação de Ijuí, MADP/UNIJUÍ Editora, p. 41.
Jornalista e historiador Ademar Campos Bindé escreveu em sua coluna no Jornal "O Repórter", no dia 29/01/2010, sobre os "Antigos produtores de bebida de Ijuí".

Grande produção e inúmeros produtores de bebidas já em 1914:
 
Fábrica de bebidas em 1914. A produção de cachaça e vinho era das mais expressivas no início da colonização e nos anos subsequentes. Levantamento de 1914 mostra que existiam no município 50 fábricas de cachaça e 51 de vinho. Na década de 30, as fábricas de cachaça eram mas de 90.  
 Fotográfo Carlos Germano Beck e sua família. Não há localização da foto ou data. Fonte: MARQUES, Mário Osório; GRZYBOWSKI, Lourdes Carvalho. História Visual da Formação de Ijuí, MADP/UNIJUÍ Editora, p. 85.

A foto Acima é de 1915, e mostra a chegada de alambique importado da Europa pela firma E. F. Bührer, ou seja, de Emílio Frederico Bührer, próspero empresário da cidade e mais tarde  presidente da ACI. Pioneiro colonizador de Ijuí. De caixeiro viajante a empresário estabelecido na baixada da rua do Comércio. (Fonte Revista dos 60 anos da Associação Comercial e Industrial de Ijuí - ACI, publicada em 1977. 
Grande número de produtores e intenso comércio de bebidas e afins em 1922:




Fonte: As imagens e dados acima foram extraídos do Álbum Comemorativo ao Centenário da Independência do Brasil - Ijuí: 1822 - 1922.


No início de exportava da Europa equipamentos para alambique, mas com o passar do tempo eles passaram a ser fabricados aqui mesmo em Ijuí. Por exemplo, em 1935 a Ferraria dos Irmãos Wender (foto acima) já fabricava alambiques nacionais.
   Fotográfo Carlos Germano Beck e sua família. Não há localização da foto ou data. Fonte: MARQUES, Mário Osório; GRZYBOWSKI, Lourdes Carvalho. História Visual da Formação de Ijuí, MADP/UNIJUÍ Editora, p. 43.
Fundação de Cooperativa dos Produtores de Álcool e Aguardente e o Consórcio criando a Cooperativa dos Vitivinicultores de Ijuí 



       Na década de 30, as fábricas de cachaça eram mais de 90. Os produtores se organizaram para enfrentar a concorrência de fora, fundando a Cooperativa dos Produtores de Álcool e Aguardente e o Consórcio criando a Cooperativa dos Vitivinicultores de Ijuí. O ramo das bebidas continua se expandindo com o aparecimento das fábricas de outras bebidas, como cerveja, gasosa e licores. 


Alguns produtores e comerciantes de bebidas de Ijuí nas primeiras décadas do século 20:

Henrique Knudesen:
     Pioneiro nesse ramo foram Henrique Knudesen, com sua fábrica - inicialmente - na esquina da rua do Comércio com a rua Tiradentes e depois transferida para próximo ao atual Fórum, ou seja, na rua Tiradentes, esquina com 20 de Setembro. 


Anúncio publicado no Almanaque anual "Serra-Post-Kalender",  ano de 1931, o qual era publicado pela Empresa Jornalística Ulrich Löw, de Ijuí, na língua alemã, com dicas de agricultura, poesias, saúde e economia.
O prédio de 1931 ainda existe na esquina da rua do Comércio com rua Tiradentes. Com algumas modificações visuais e arquitetônicas. Não sabemos se o mesmo teria sido construído por Henrique Knudsen.
A informação que temos a partir de pesquisas - e do próprio texto escrito pelo historiador Ademar Bindé - é que esta casa estaria localizada na rua Tiradentes, esquina com rua 20 de Setembro. Publicamos uma foto atual - a partir do Google Earth - procurando localizar onde existiria tal fábrica. É difícil imaginar tal localização olhando o atual terreno, mas são essas as informações históricas que temos. O local é bem em frente do novo e majestoso prédio do Fórum de Ijuí.
Anúncio publicado no Jornal Correio Serrano do dia 09/12/1934.

Em 1935, Ijuí obteve a maior produção de aguardente 
do Rio Grande do Sul, conforme publicou 
o jornal "Razão", de Porto Alegre.

     Apesar desta atividade ter acompanhado o dia-a-dia de muitos colonos como alternativa de sua economia, desde o princípio da colonização, foi na década de 30 que a aguardente atinge expressividade na economia do município. (Fonte: Revista da História de Ijuhy - 121 anos, publicado pela Sul Gráfica Editora. Ijuí, RS, abril 2012, p. 13).


Alberto Genz:
Também foi um dos pioneiros na fabricação de bebidas, em especial cervejas. Proprietário da Cervejaria "Ganso".
Imagem publicada no jornal "O Repórter", do dia 29/05/2010.

Ernesto Werner:
Jornal Correio Serrano do dia 19/10/1973.
Anúncio publicado no Almanaque anual "Serra-Post-Kalender",  ano de 1939, o qual era publicado pela Empresa Jornalística Ulrich Löw, de Ijuí, na língua alemã, com dicas de agricultura, poesias, saúde e economia.

Imagem publicada no Blog cervisiafilia. Disponível em: A Cervejaria Knudsen / Cervejaria Steglich & Werner / Cervejaria Ernesto Weber

Imagem publicada no Blog cervisiafilia. Disponível em: A Cervejaria Knudsen / Cervejaria Steglich & Werner / Cervejaria Ernesto Weber
Anúncio publicado no Almanaque anual "Serra-Post-Kalender",  ano de 1929, o qual era publicado pela Empresa Jornalística Ulrich Löw, de Ijuí, na língua alemã, com dicas de agricultura, poesias, saúde e economia.
Imagem publicada no Blog cervisiafilia. Disponível em: A Cervejaria Knudsen / Cervejaria Steglich & Werner / Cervejaria Ernesto Weber
Anúncio publicado no Almanaque anual "Serra-Post-Kalender",  ano de 1937, o qual era publicado pela Empresa Jornalística Ulrich Löw, de Ijuí, na língua alemã, com dicas de agricultura, poesias, saúde e economia.
Revista Comemorativa dos 50 anos da colonização de Ijuí - 1840 - 1940.

Joseph & Cia fundada em 1920:

Jornal Correio Serrano do dia 09/12/1934.

Revista Comemorativa dos 50 anos da colonização de Ijuí - 1840 - 1940.

Anúncio publicado no Almanaque anual "Serra-Post-Kalender",  ano de 1931, o qual era publicado pela Empresa Jornalística Ulrich Löw, de Ijuí, na língua alemã, com dicas de agricultura, poesias, saúde e economia.

Outros fabricantes, representantes e revendedores:


Anúncio publicado no Almanaque anual "Serra-Post-Kalender",  ano de 1935, o qual era publicado pela Empresa Jornalística Ulrich Löw, de Ijuí, na língua alemã, com dicas de agricultura, poesias, saúde e economia.

Anúncio publicado no Almanaque anual "Serra-Post-Kalender",  ano de 1939, o qual era publicado pela Empresa Jornalística Ulrich Löw, de Ijuí, na língua alemã, com dicas de agricultura, poesias, saúde e economia.
Anúncio publicado no Almanaque anual "Serra-Post-Kalender",  ano de 1939, o qual era publicado pela Empresa Jornalística Ulrich Löw, de Ijuí, na língua alemã, com dicas de agricultura, poesias, saúde e economia. 

Anúncio publicado no Almanaque anual "Serra-Post-Kalender",  ano de 1948, o qual era publicado pela Empresa Jornalística Ulrich Löw, de Ijuí, na língua alemã, com dicas de agricultura, poesias, saúde e economia.

Anúncio publicado no Almanaque anual "Serra-Post-Kalender",  ano de 1948, o qual era publicado pela Empresa Jornalística Ulrich Löw, de Ijuí, na língua alemã, com dicas de agricultura, poesias, saúde e economia.
Anúncio publicado na Revista do Rio Grande do Sul, editada pelo Governo do Estado, em 1928.
Revista Comemorativa dos 50 anos da colonização de Ijuí - 1840 - 1940.

Publicidade publicadas na Revista Comemorativa aos 50 anos da Emancipação política de Ijuí - 1912-1962.

Publicidade publicadas na Revista Comemorativa aos 50 anos da Emancipação política de Ijuí - 1912-1962. 
Postar um comentário