quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Na Semana Farroupilha um pouco da história e atividades do Grupo de Folclore Chaleira Preta, com sede no bairro Assis Brasil, cidade de Ijuí.


Sede do Grupo de Folclore Chaleira Preta, na Av. Getúlio Vargas, s/nº, bairro Assis Brasil, Ijuí.



Lema: “UM POR TODOS E TODOS PELO CHALEIRA E O CHALEIRA PRETA PELO RIO GRANDE.”

       Reunira-se na Sociedade de Amigos do Bairro Assis Brasil no dia 3 de março de 1984 um grupo de jovens com o propósito de fundar um grupo de folclore, e o tempo foi passando, entre uma e outra rodada de chimarrão , aquecido em uma chaleira preta, surgiu a ideia de dar um nome a este grupo.

     Foi neste momento em que todos pensavam, trocavam ideias e sugestões, que surgiu então o GRUPO DE FOLCLORE CHALEIRA PRETA. Já no momento ficou estabelecido que Paulo Albrech tomaria as rédeas da entidade, auxiliado por Jecemeri Tosso e os demais integrantes.
    O Grupo de Folclore Chaleira Preta teve inicio com o Departamento Artístico e Cultural formado por 3 (três) elencos de danças: Mirim, Juvenil e Adulto.
     Seu 1º desfile foi dia 20 de setembro de l984 irmanados com o CTG Avô Maragato na Praça da República, e com suas Invernadas Artísticas.
    Dia 9 de novembro de l984 foi eleita a lº Patronagem do Grupo de Folclore Chaleira Preta e eleito o lº Patrão: o Jovem Paulo Albrecht.
      Não possuindo sede própria reuniram-se, inicialmente, na Igreja ou na sede Social do Bairro Assis Brasil, mas com muita dedicação e empenho no dia 20 de julho de l986 foi inaugurado o Galpão do Grupo de Folclore Chaleira Preta, localizado na Av. Getúlio Vargas, s/no, ao lado do Ginásio de Esportes Wilson Mânica e do IMEAB.

Objetivo do Grupo: “O DESPERTAR DOS JOVENS E CRIANÇA, PARA A IMPORTÂNCIA DA CULTURA NATIVISTA E A SUA PRESERVAÇÃO, DENTRO DO CONTEXTO ATUAL.”

Com 30 anos de existência conta com a seguinte galeria de Ex-Patrões:

     Paulo Albrecht, Ermelindo Coracini, Paulo Bonfiglio, Garibaldi Manggini, Maurino Nienhues, João Maria Saldanha, Adair Nunes, Néri Dobbert, Cláudio Pederiva, Luiz Carlos Pias, Ereni Krawisak, Nilva Braum de Oliveira, Edemir J.Turqueti da Rocha,  Emidio Barbosa Motta, e Paulo Albrecht, novamente. O atual Patrão é o sr. Marcelo Fernando Dias da Silva.

 Também não podemos esquecer as Prendas de Faixas que passaram pela entidade e algumas indo além, sendo Prendas da 9ª RT ( Região Tradicionalista) e do Estado:

Ex-Prendas 9ª Região Tradicionalista:
Em 1994 Aline Jusiak 3ª Prenda Juvenil;
1997 Camila Marques 1ª Prenda Juvenil, Diva Colombi 2ª Prenda Juvenil e ainda Denise Miron 2ª Prenda;
1998 Aline Jusiak 3ª Prenda;
1999 Silvia Daiana Bonfada 2ª Prenda Juvenil e Juliana de Oliveira 3ª Prenda Mirim;
2002 Jossana de Oliveira 2ª Prenda Mirim. 

Destacamos aqui, em especial,  a Jovem Camila Marques que recebeu o título de Mais Bela Prenda do Estado do Rio Grande do Sul, em 1997.

Não podemos esquecer do sr. Dari do Carmo (in memória) que fez muito pelo nosso Grupo de Folclore Chaleira Preta e pelo tradicionalismo de Ijuí e região. Foi o cavalariano que mais participou de desfiles. Inclusive o gaúcho Dari recebeu uma homenagem por este ato de patriotismo e amor a nossa terra, Nos orgulhamos muito desse companheiro, que com certeza também deixou muitos exemplos e ensinamentos junto ao Movimento Tradicionalista de nossa cidade e do Rio Grande do Sul.
“Existem pessoas que alegram nossos dias com um simples sorriso,
outras que fazem de nossas vidas momentos inesquecíveis.
Existem pessoas que sempre oferecem um ombro amigo,
outras que têm uma saída pra tudo.
Existem pessoas que são indispensáveis em nossas vidas,
outras que desejamos a cada instante.
Existem pessoas que são “verdadeiros amigos.”
Amigos que vêm e que vão. Amigos que moram em nossos corações.
Amigos que nunca sairão de nossas memórias.”
No tradicionalíssimo é onde conhecemos e fizemos novas amizades com todos estes valores.

Vídeo da Invernada  Juvenil do Grupo de Folclore Chaleira Preta:

Postar um comentário