segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Os primeiros tempos da "Colônia de Ijuhy Grande" - sob o olhar do jornal "A Federação" - publicado no início do século passado. Parte V

No mês dos 123 anos de Ijuí estamos publicando alguns
documentos inéditos de sua história colonial. 

- Nossa fonte principal e primária é o jornal "A Federação", antigo jornal do Partido Republicano Riograndense publicado no início do século passado em Porto Alegre, RS, e hoje digitalizado dos anos de 1884 a 1937. Disponível na Hemeroteca Digital Brasileira no seguinte endereço eletrônico: http://hemerotecadigital.bn.br/federa%C3%A7%C3%A3o-org%C3%A3o-do-partido-republicano/388653

EPIDEMIA DA VARÍOLA NO RS - TAMBÉM ATINGIU A COLÔNIA DE IJUHY - em 1891:


03/10/1891 - Nos primeiros tempos da colonização do Rio Grande do Sul, ouve uma grande epidemia de Varíola, a qual matou muita gente. Além de outras necessidades, também faltava uma maior assistência médica e medicamentos aos imigrantes tanto nas "Colônias Velhas" como das "Colônias Novas".
Em expediente dos dias 29 e 30 de novembro de 1891, publicado no jornal "A Federação", de Porto Alegre, do dia 03/10/1891, a Inspetoria de Saúde e Higiene do RS, informava que atendendo o pedido do Engenheiro Chefe da Comissão de Terras em "Ijuhy" (Siqueira Couto) estava  enviando para a Colônia alguns tubos com vacina (contra a varíola). 


Nesta imagem antiga do Bairro Crystal (publicada no "Almanaque Gaúcho", publicado na Zero Hora, escrito por Ricardo Chaves. (http://wp.clicrbs.com.br/almanaquegaucho/2012/04/16/o-cristal-chega-mais/?topo=13,1,1,,,13) podemos ter uma ideia onde se localizava a tal "HOSPEDARIA CRYSTAL", que o Governo do Estado mandou construir por volta de 1890 e onde ficavam os imigrantes recém-chegados a Porto Alegre, Rio Grande do Sul, vindos principalmente da Europa.


 TRANSPORTE DOS IMIGRANTES VINDOS DA EUROPA PARA OS NÚCLEOS COLONIAIS

12/12/1891 - O jornal "A Federação" publicava um Edital (reproduzido várias vezes nas edições seguintes) onde a Delegacia da Inspetoria Geral de Terras e Colonização do RS informa que estão recebendo propostas de interessados em realizar o transporte de imigrantes recém chegados à Porto Alegre para colonizarem o Rio Grande do Sul. Além do transporte pessoal dos colonizadores (que normalmente era feito em grandes carroças - ou as vezes via ferroviária) o transportador deveria levar suas bagagens e fornecer alimentação durante todo trecho da viagem.  A saída acontecia da Hospedaria Crystal, em Porto Alegre.
Entre um dos destinos licitados estava a Colônia de "Ijuhy".

ESTA NOTA É UMA IMPORTANTE DESCRIÇÃO - histórica - das responsabilidades  do transportador e todo processo que envolvia o transporte dos imigrantes para as Colônias de imigração. Também as preocupações do Estado no sentido de encaminhar da melhor forma possível os imigrantes que atenderam os convites para colonização do Rio Grande do Sul.


Postar um comentário