segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Série Etnias que colonizaram Ijuí: Alemães - Centro Cultural 25 de Julho de Ijuí



  Centro Cultural 25 de Julho

Marli M. Siekierski
 Texto publicado originalmente no site do Portal Ijuí.Com, dia 14/10/2012. Disponível em: http://www.ijui.com/especiais/artigos/40169-folclore-etnia-alema

Uma das características da etnia alemã é a música e a dança.
A alegria deste povo contagia a todos depois que o tradicional chope é servido juntamente com variado cardápio da cozinha alemã.

HISTÓRICO:
 Em 1987, concomitantemente, com a III Expo-Ijuí – Terceira Exposição – Feira Industrial, Comercial, Agropecuária e de Artesanato de Ijuí, realizou-se a I Fenadi – Festa Nacional das Culturas Diversificadas, que visou mostrar a organização dos grupos étnicos que formam a comunidade de Ijuí, a fim de resgatar, incentivar e dinamizar as manifestações artístico-culturais e tradições dos diferentes países, fortalecendo sua integração. Neste contexto, foi fundado, em 9 de maio de 1987, o Centro Cultural 25 de Julho Ijuí, que reúne famílias de descendência alemã e simpatizantes da cultura germânica.
Em 23 de julho de 1987 foi lançada a pedra fundamental da Casa de Cultura Alemã e sua inauguração festiva ocorreu em 17 de outubro de 1987, constituindo-se na  sede do Centro Cultural 25 de Julho Ijuí.
A Casa de Cultura Alemã, localiza-se no Parque Regional de Feiras e Exposições Wanderlei Agostinho Burmann, onde oferece aos visitantes variado cardápio de comidas típicas: Eisbein, Karrê, Bockwurst, Backhünchen, Schweinebraten, Rinderbraten, Sauerkraut, Dampfnudeln, entre outras, regadas pelo tradicional chopp gelado e ao som da agradável musica alemã.

O Centro Cultural 25 de julho tem por objetivos:

- Cultivar, propagar, difundir, preservar e pesquisar a história Riograndense e brasileira em todos os seus aspectos, com ênfase na etnia alemã, nas suas relações e origens teuto-brasileiras;
- Promover cursos, conferências e outras atividades de caráter cívico, artístico-cultural, social e desportivo, que tenham por finalidade reviver e cultivar as tradições legadas pelos antepassados de seus associados;
- Estimular a coleção e guarda de objetos e documentos, assim como, a preservação de monumentos e estilos arquitetônicos típicos da região, com finalidade de conservar estes valores para a posteridade;
- Manter intercâmbio cultural com sociedades congêneres.
O Centro Cultural 25 de Julho Ijuí desenvolve intensa atividade artístico-cultural em Ijuí, na região e no estado, tendo efetuado diversas apresentações em vários Estados do Brasil, cultuando e propagando a cultura, tradições e costumes típicos da etnia alemã,  nos aspectos da vestimenta, culinária, língua, música, canto, dança e memória.
Tres grupos de dança representam o Centro em suas apresentações, a saber:
Grupo de danças alemãs Frohe Jugend;
Grupo de danças alemãs Sonnenstrahlen;
Grupo de danças alemãs Enzian.

Manifestações culturais:

 - MASCOTE, em traje típico.

- BANDEIRA DA ALEMANHA, trazida por integrantes do Centro, em seus trajes típicos.

- EMBAIXATRIZ, em carro alegórico.

Centro Cultural 25 de Julho Ijuí nas palavras de seu presidente
Erlo Adolfo Endruweit

Dentro do espírito da I FENADI – Festa Nacional das Culturas Diversificadas, em Ijuí, que visou motivar e organizar os grupos étnicos que formam a comunidade de Ijuí e micro-região, realizou-se no dia 09 de maio de 1987, a primeira reunião dos descendentes alemães na Prefeitura Municipal de Ijuí, com a presença de 159 pessoas, com o objetivo de fundar o Centro Cultural 25 de Julho Ijuí.
Nesta oportunidade, foi formada uma comissão para fazer visitas às cidades de descendência alemã com o objetivo de colher subsídios em relação a arquitetura, alimentação, cultura e vestimentas alemãs. Após foi formada uma comissão para realizar visitas aos grupos do interior e cidades vizinhas a fim de movimentar os alemães e descendentes a se identificarem como um grupo social com vistas a recuperação de valores históricos com a arquitetura, alimentação, música, canto, objetos antigos, vestimentas típicas e festas típicas. Várias reuniões foram realizadas com o objetivo de motivar encontros de parentes e amigos e estimular a realização de encontros culturais.
Dentro deste objetivo construiu-se uma casa típica em estilo enxaimel no Parque Regional de Feiras e Exposições  “Wanderley Agostinho Burmann“, com mais de 1.500 m2 de área construída, que é denominada de “Casa de Cultura Alemã”, que é a sede do Centro Cultural.

 O Centro Cultural possui atualmente 04 grupos de danças, 02 grupos de canto, 02 grupos de música, além de um pequeno museu de objetos antigos dos imigrantes alemães. Diversos grupos de música e de danças da Alemanha, tem se apresentado em Ijuí e região, com o objetivo de fomentar a cultura alemã. Os grupos de danças, cantos e música possuem hoje uma ótima receptividade, em especial, entre os imigrantes alemães, que podem ver os seus filhos e netos vestidos tipicamente, dançando e cantando como antigamente, criando assim uma identificação com os descentes alemães.
O Centro Cultural 25 de Julho Ijuí, como entidade que representa os interesses da etnia alemã em nossa cidade e região, tem participado de todas as promoções beneficentes em que foi convidada a participar em benefício da comunidade ijuiense, regional e estadual sempre com muito brilhantismo.

Fonte: http://www.25brasil.com.br/entidades-congeneres/
Postar um comentário