sábado, 13 de novembro de 2010

Cidade de Ijuí tem mais de 78 mil habitantes

A população de Ijuí em 2010 é de 78.916 habitantes. Este é um dos dados do relatório que foi apresentado pelo Censo do IBGE em ato desenvolvido ontem à tarde no Salão Farroupilha, da prefeitura. O número foi atualizado em relação ao levantamento publicado no Diário Oficial da União no dia 4. O coordenador de subárea do Censo 2010, Valério Neumann, fez um raio X do município de Ijuí, que aparece com uma população concentrada em 91% na zona urbana, contra um percentual de 9% da zona rural. Os dados revelados por Neumann indicam que atualmente existem 26.781 domicílios ocupados em Ijuí. Em contrapartida, existem 1.673 domicílios vagos e outros 728 de uso ocasional, ou seja, aqueles ocupados por estudantes ou por pessoas que não residem permanentemente no município. "Temos um constante e intenso crescimento do número de unidades domiciliares, do número de edificações, mais de 1.700 unidades em relação à contagem de 2007", revela Neumann. Outro dado apontado pelo censo é de que 31 domicílios são considerados improvisados, ou seja, não são para habitação, mas os proprietários vem utilizando com esta finalidade.
O número de moradores de domicílio foi outro ponto importante apontado pelo representante do IBGE. O censo 2010 revela que existe uma média de 2,95 moradores por domicílio em Ijuí, contra 3,68 indicados em 1991. É por isso que o crescimento das construções não corresponde a um crescimento populacional. "Apesar de termos um número crescente de  domicílios isso não se reflete na mesma marcha no total da população, por causa da média de moradores por domicílio que caiu 0.93 , destacou.
Valério Neumann alertou ainda durante o encontro que aumentou consideravelmente a população com mais de 50 anos e que diminuiu a população na faixa etária de zero até 9 anos. O número de ocupantes de domicílios que possuem até 3 anos, é de 3,37%,enquanto que o número de moradores acima de 69 anos fica em 6,82%.
Neumann considera que os dados apresentados são um reflexo fiel da atualidade em Ijuí. Apesar de estar correndo o prazo de 20 dias para que as prefeituras apresentem recursos contestando os dados do Censo, Ijuí não deve recorrer dos números preliminares publicados. Nesse caso, os dados divulgados devem ser oficializados no dia 27.  Ele informa que a pessoa que porventura não tenha sido cadastrada tem até o dia 21 pode ligar para o 0800-721-8181 ou acessar o site www.censo2010.ibge.gov.br.

Municípios da Amuplam não vão registrar alteração de repasse no FPM

Os municípios da Amuplam apresentaram variações populacionais positivas e negativas, segundo os números oficiais preliminares do Censo 2010. Porém os números não vão surtir efeito nos coeficientes que determinam os repasses de recursos federais, como o Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que tem por base o número de habitantes dos municípios, calculado de acordo com faixas específicas.
Houve municípios que apresentaram crescimento. Outros, porém, decresceram, mas nenhum sofreu impacto direto nas finanças municipais. Ijuí vai manter o coeficiente (2.6) e não alcançará o sonho de chegar a um novo patamar no bolo tributário federal. A troca de coeficiente para 2.8, poderia representar 1,2 milhões a mais para Ijuí.  Mas para isso, faltaram 2.589 habitantes.
Ijuí é a cidade com maior população da região. Está na frente de Santo Ângelo (76.147 habitantes), Santa Rosa (68.573) e Cruz Alta (62.800). A cidade que mais cresceu foi Santa Rosa (6,5%). A cidade que mais recuou foi Bozano, com um decréscimo populacional de 4,36%. Os números consideram a variação em relação aos dados preliminares do Censo e a Contagem de 2007.
No Rio Grande do Sul, em comparativo ao número de habitantes estimado em 2009, o Censo 2010 registra queda de 3,1% na população. O levantamento aponta que 275 municípios gaúchos têm menos moradores do que 10 anos atrás., ou seja, 55% do total. O RS tem a menor taxa de crescimento populacional do país. Com um incremento de 3,8%, índice semelhante às médias dos países europeus, revelando uma tendência dos países emergentes. Dos 10 municípios que mais cresceram no Estado, seis são do Litoral Norte. Na lista, Xangri-lá, Arroio do Sal, Balneário Pinhal, Imbé, Cidreira e Capão da Canoa.

Fonte: Jornal da Manhã de Ijuí, do dia 13/11/2010. Disponível em:  http://www.jmijui.com.br/noticia.php?id=526
Postar um comentário