domingo, 8 de setembro de 2013

Veja o trailer do documentário “Epopéia Ijuhy” - uma das atrações na ExpoIjuí /Fenadi 2013


Comissão de Cultura, presidida pelo Reitor da UNIJUÍ Martinho Kelm, trabalha na conclusão do documentário, que contará a saga dos pioneiros que formaram a terra das culturas diversificadas.

A ExpoIjuí /Fenadi 2013, que acontece no período de 10 a 20 de outubro, no Parque de Exposições Wanderley Burmann, foi oficialmente lançada na noite de ontem, durante evento que reuniu as entidades promotoras, imprensa e lideranças da região. A programação oficial da feira e as peças publicitárias foram apresentadas, com destaque para um projeto inédito que deverá ser um dos diferenciais culturais desta feira.
O documentário “Epopeia Ijuhy” está em fase de finalização, num trabalho coordenado pela Comissão de Cultura, integrada pelo Reitor da UNIJUÍ, Martinho Kelm, presidente da Comissão; Nelson Casarin, presidente da Feira; Francisco Roloff, assessor cultural; Edemar Pereira, do Departamento Cultural da União das Etnias de Ijuí (UETI); e Mauro Bertollo, coordenador do Núcleo de Eventos, do Curso de Educação Física da Universidade.
O Reitor da UNIJUÍ Martinho Kelm, que também é Vice-Presidente da Associação Comercial e Industrial (ACI), destaca que este documentário faz parte de um projeto mais amplo de revitalização do Museu das Etnias, localizado no Parque de Exposições. O objetivo é rejuvenescer a estrutura, que é privilegiada, mas que estava sendo subutilizada. “O Museu das Etnias deverá se tornar um dos principais centros de representatividade da questão cultural da feira, um monumento dinâmico da história da colonização do município”.
Martinho Kelm acrescenta que este projeto mais amplo e ousado está sendo executado pela Comissão de Cultura, com previsão de implantação para os próximos anos, dentro da proposta de dar sustentabilidade ao movimento das etnias, por meio do desenvolvimento de um espetáculo de som e luz para ser apresentado nos diversos espaços do parque, além do Palco das Etnias e das casas típicas. Para a execução deste projeto, além de recursos próprios da feira, existe a possibilidade de captação de recursos via as Leis de Incentivo à Cultura, como a LIC e a Rouanet. Para este ano, Kelm destaca que a Comissão de Cultura está trabalhando com um orçamento de R$ 100 mil, próprios da feira, para a execução de todas as ações desta área.

Documentário Epopeia Ijuhy

Para o assessor cultural da feira, Francisco Roloff, retratar a saga dos colonizadores de Ijuí é o principal objetivo deste projeto que ele classifica como “emocionante”, pois é um trabalho que está envolvendo todas as 11 etnias colonizadoras e a Associação Tradicionalista Querência Gaúcha. “Descendentes destes pioneiros contaram a saga de suas famílias, desde a época em que deixaram seus países de origem até os dias atuais”. Roloff salienta que foram mais de 40 horas de gravações e aproximadamente 180 horas de produção e edição. “Este documentário será apresentado diariamente na programação da ExpoIjuí/Fenadi, em uma sala de projeção que já está em fase de conclusão, localizada no Museu das Etnias, o qual também está sendo totalmente remodelado”.
A Comissão de Cultura da feira foi responsável por viabilizar o projeto, cabendo à TV a Cabo Ijuí a execução. O documentário tem a produção de Alexandre Menezes e a direção geral de Francisco Roloff. O trailer do vídeo que será lançado na Expo-Ijuí / Fenadi está disponível do Youtube: http://www.youtube.com/watch?v=VR85r6Ap_qI 

Postar um comentário