terça-feira, 6 de novembro de 2012

Jornal Correio Serrano registrou a história de Ijuí por 71 anos e deixou de circular há 24 anos. Faria 95 anos no último dia 05 de novembro. Parte II - final

Capa da edição histórica dos 50 anos de publicação do jornal Correio Serrano, publicada no dia 05/11/1967.
 
Com a expansão e crescimento do jornal se iniciou na década de 70 a construção da nova e moderna sede, situada na rua 15 de Novembro, esquina com a Ernesto Alves.
Eis a bela sede do jornal e gráfica "Correio Serrano", "Die Serra-Post", "Serra-Post Kaleader".
Infelizmente na década de 70 o jornal Correio Serrano entra em profunda crise financeira e administrativa. Deixa de pertencer a família Löw.  O prédio e o jornal é vendido para o empresário Riograndino Abreu, proprietário de uma grande de jornais, entre eles o "Diário Serrano" de Cruz Alta.
Após alguns anos de circulação o jornal funciona sob a administração do Diário Serrano. Mais tarde ele é, novamente vendido, e passa para a Rede Sul Brasileira de Jornais liderada pelo então empresário Miguel Schmidt-Prym de Panambi (hoje então prefeito daquela cidade). Cada vez mais em declínio o jornal é adquirido pelos irmãos Mário e Claúdio Föesch. Após poucos tempo, Claúdio deixa a sociedade. Nos anos 80, Mário Föesch procura administrar e manter financeiramente, já em linha com uma linha gráfica e editorial cada vez mais decadente.
 
Apó várias crises e dificuldades o jornal completa 70 anos de existência
No final dos anos 80, o jornal Correio Serrano, após vários anos, volta para a família Löw. Günter Löw, irmão de Ulrich Löw e que administrou por muitos anos a Litografia Serrana, assume a direção do jornal.
O empresário Günter Löw, mesmo tendo grandes dificuldades financeiras na administração da Litografia Serrana, faz um esforço muito grande no sentido de reerguer o jornal. Mas infelizmente, por motivos de saúde vem a falecer. Por um tempo, a família Löw procura manter o jornal, mas infelizmente com a decretação de falência da Litografia Serrana a história do jornal Correio Serrano chega ao fim e deixa definitivamente de circular em 1988.
Em setembro de 1998, na primeira edição do Jornal "Hora H", publicada no dia 11 de setembro, é prestado uma homenagem ao jornalista Ulrich Löw.
 
 
 

Postar um comentário