quinta-feira, 9 de junho de 2011

No domingo do dia 19 de outubro de 1969 a cidade de Ijuí completava 79 anos!

Reprodução de capa do jornal Correio Serrano do dia 19/10/1969

1969 – O ano em que tudo aconteceu!

       Definitivamente o ano de 1969 foi um ano que entrou para a história do Brasil e do mundo, era um ano no qual a guerra fria ainda imperava e que um dos seus principais símbolos estava no auge, à guerra do Vietnã; a sociedade norte-americana ainda vivia um intenso período de conflitos raciais enquanto assistia ao crescimento de um forte movimento de contracultura, os hippies, que encontrou seu momento máximo ao final dos ano 60 nos EUA e começou a se espalhar pelo mundo ao longo dos anos 70. Enquanto isso o Brasil que vivia entre a Jovem Guarda e o Tropicalismo entrava em seu mais sombrio capítulo da história que ficou conhecido como “os anos de chumbo” o período mais repressivo da ditadura militar que teve início com o AI-5 em dezembro de 1968.

E foi nesse período conturbado que aconteceram vários eventos que acabaram entrando para história e que de alguma forma se repercutem até os dias de hoje. Perceber isso não é difícil basta ligarmos o rádio, acessarmos uma página na internet ou vermos a TV que nos damos conta que alguma coisa esta comemorando 40 anos, são 40 anos do homem na lua, 40 anos de Woodstock, do funk (o funk de verdade não aquela coisa carioca que é bem mais recente), da GAVIÕES DA FIEL (Timão EO!), etc. Pensando nisso eu resolvi pesquisar um pouco e encontrei vários acontecimentos datados de 1969, existe inclusive um filme chamado “1969 O ano que mudou as nossas vidas” estrelado pela Winona Rider, Kiefer Sutherland, Robert Downey Jr, entre outros.

A seguir uma breve lista com alguns desses acontecimentos que marcaram época:

Homem na Lua

 Acho que não existe nada mais icônico que aconteceu em 69 que a chegada do homem a Lua. Embora tenha sido uma conquista (contestada por uma galerinha) que foi resultado da guerra fria, produto da corrida espacial, etc, etc, etc foi bem como Neil Armstrong disse “Este é um pequeno passo para um homem, mas um grande salto para a humanidade”. Acima de toda aquela bobagem de supremacia entre as nações havia as pessoas que estavam comprometidas com aquele projeto e quebrar uma barreira tão grande como chegar à lua mostrou ao mundo todo que o impossível só era impossível se não fosse tentado (acho que isso é uma frase de matrix). Um exemplo bobo, vocês podem até não saber, mas o dia do amigo foi criado inspirado na viagem do homem à lua.

Festival de Woodstock

 Acho que nunca a expressão “sexo, drogas e rock n’ roll” teve tanto sentido como nos 3 dias do Woodstock. Um dos maiores eventos populares da história da música, contou com 32 dos principais nomes da música da época e embora tenha sido projetado (se é que se pode dizer que foi projetado) para reunir no máximo 20000 pessoas o evento acabou reunindo mais de 500000 e isso em 1969 era gente pra caramba (mesmo hoje ainda é). Recentemente foi lançado um novo Box comemorativo com algumas apresentações inéditas do Woodstock, bem como um filme que conta a história do Elliot Tiber um decorador de interiores que foi determinante para a realização do festival. Pra mim a imagem marcante do festival foi o Joe Cocker cantanto a música dos Beatles “A Little Help From My Friends” que aqui durante os anos 90 ficou conhecida como a música de abertura do seriado Anos Incriveis.

Lançamento de 3 dos maiores discos da história do Rock

 Nesse ano foi lançado o primeiro álbum do Led Zeppelin sendo reconhecidos por alguns como o primeiro álbum de Heavy Metal da história, a ópera rock Tommy do grupo The Who e um dos maiores sucessos de toda a carreira dos Beatles o Abbey Road. Com relação ao disco de estréia do Led Zeppelin ele pode até não ser mesmo de Heavy Metal, mas que esse disco foi decisivo pra muito metaleiro a isso foi, o Led Zeppelin junto com o Black Sabbath e o Deep Purple acabam formando a santíssima trindade do metal e o Led já em seu primeiro trabalho já mostrou pra que veio que foi pra fazer história! A ópera rock “Tommy” entrou pra história porque foi uma idéia pioneira de Pete Townshend e o primeiro trabalho a ser decididamente definido como uma ópera rock e que conta a história de um menino cego, surdo e mudo que se livra de suas limitações através do fliperama. O Abbey Road foi o penúltimo disco dos Beatles, mas foi o último disco gravado do grupo, foi o disco mais vendido da história do grupo, foi o primeiro álbum gravado com oito canais de áudio além de outros recursos tecnológicos pioneiros para época e é um dos álbuns mais emblemáticos pra quem sustenta a lenda que Paul MacCartney estava morto e que esse disco traz dicas sobre esse acontecimento. Os motivos pelos quais esse disco se tornou célebre foram vários, ele influenciou o trabalho de muitos e entrou pra história por ser o maior trabalho da maior banda de toda a história da música.

Primeira exibição do grupo Monty Python

 Se você não conhece o trabalho do grupo humorístico Monty Python definitivamente você deveria dedicar um momento pra conhecer o trabalho do grupo inglês que influenciou e ainda influencia o trabalho de humoristas no mundo todo. Ao todo foram 4 temporadas na TV britânica, mas além do programa de TV o grupo tinha programas de rádio, faziam shows, publicavam livros e também foram responsáveis por algumas das melhores comédias da história do cinema como “O sentido da vida”, “A vida de Brian” e “Em busca do cálice sagrado”, todos são verdadeiros clássicos. No Brasil percebemos uma clara influência do grupo em alguns humoristas e em minha opinião no melhor programa de humor de todos os tempos da TV brasileira o TV Pirata (Barbosa =P).

Sequestro do embaixador norte-americano no Brasil

Como dito anteriormente o Brasil vivia o seu pior momento da história, enquanto a história imortalizava o passo a frente da humanidade através de Neil Armstrong nós dávamos um enorme passo atrás com o pior momento da ditadura militar no país. Tortura, censura, terror, medo, caos, de um lado o governo militar que tudo podia do outro uma esquerda radical armada, tudo isso culminou no primeiro caso de sequestro de um embaixador no mundo, o sequestro do embaixador norte-americano Charles Burke Elbrick. Sem dúvida nenhuma esse foi o maior ato de guerrilha, por assim dizer, realizado durante a ditadura militar e esse sequestro tinha como objetivo a libertação de 15 presos políticos que no final das contas foram libertados visto que depois de muita história o governo cedeu às exigências do grupo.

Lançamento do jornal O Pasquim

 Não esse não é o jornaleco que faz parte da série Harry Potter, mas sim a maior publicação opositora ao governo militar lançada no país que sobreviveu até, mais ou menos, início dos anos 80. O Pasquim tinha pretensões bem modestas inicialmente, surgiu como uma publicação bem humorada de freqüência semanal e de temática comportamental, mas à medida que o rigor do regime militar crescia aumentava também as criticas recheadas de ironia do Pasquim. Formado por um verdadeiro grupo de elite que foi composta por nomes famosos como Leila Diniz, Henfil, Jaguar, Paulo Francis, Millôr, Ziraldo, entre outros viu sua publicação saltar de 20000 para 200000 exemplares. Mesmo após toda a redação do Pasquim ter sido presa em 1970, suas publicações continuaram e o jornal só perdeu sua força após um atentado a bomba numa das bancas de jornal que o vendia, esse evento desestimulou outras bancas a continuar vendendo o jornal. Nesse ano foi publicado um livro com todas as capas do jornal celebrando os 40 anos de seus surgimento.

Exílio de Caetano Veloso e Gilberto Gil




Um dos motes do governo nessa época era o “Ame-o ou deixe-o” e o “ninguém segura esse país”, então é de se imaginar que você tinha um pouco de tudo. Gilberto Gil e Caetano Veloso eram vistos como subversivos e após terem sido presos acabam sendo exilados no mesmo ano voltando ao Brasil apenas em 72.


Milésimo gol de Pelé

 Nesse mesmo ano Pelé entra mais uma vez para a história do futebol por realizar o seu gol número 1000 numa partida contra o Vasco da Gama no Maracanã, um gol de pênalti aos 33 minutos do primeiro tempo. Essa marca não foi qualquer marca, isso acabou se tornando uma meta a ser batida para muitos jogadores, principalmente os brasileiros, e esse feito só foi alcançado novamente em 2007 pelo Romário (devidamente reconhecido pela FIFA), ou seja 38 anos depois.

Surgimento da Gaviões da Fiel

          Já disso isso antes, mas foi só pra reiterar mesmo :D .

Primeira exibição do Jornal Nacional e surgimento da TV Cultura

 Independente do que cada um pensa sobre a Rede Globo algo que é inegável é a importância que o Jornal Nacional teve para as telecomunicações no Brasil. O Jornal Nacional foi ao ar em 1º de setembro de 1969 com apresentação de Cid Moreira e Hilton Gomes e foi o primeiro noticiário a ser transmitido ao vivo em todo o Brasil. Hoje 40 anos depois o Jornal Nacional continua atual e acabou gerando um padrão jornalístico no país e copiado pelas outras emissoras, porém nem tudo são flores e o jornal já teve sua credibilidade abalada em alguns momentos como no caso das diretas já, da escola de base, etc. Quanto a TV Cultura eu não sei qual papel ela desempenhava no momento de sua inauguração, mas sem sombra de dúvida ela é hoje um dos melhores exemplos de como é possível fazer TV com qualidade, conteúdo e público sem ser refém de métricas de popularidade ultrapassadas e irreais como o Ibope.

Esses são só alguns exemplos de acontecimentos que marcaram o ano de 1969 e que, de alguma forma, se refletem nos dias de hoje.

Algumas fotos usadas para ilustrar o artigo, além das que constam no texto original, foram tiradas da internet.
Postar um comentário