terça-feira, 7 de setembro de 2010

Presença dos moinhos na história de Ijuí - Moinho Gieseler


   Os Estudantes Charles Martin Ketzer (formando em História) e Italo Drago (pós-graduando em História) na UNIJUÍ, publicaram no dia 12 de maio de 2010, no Portal de notícias Ijuhy.com artigo que conta um pouco da história do Moinho Gieseler, um dos primeiros a se instalar em nosso município, em 1906. O mesmo foi construido por Luis Germano Gieseler, nas margens do rio Potiribu.

   No presente artigo (disponível em: http://www.ijui.com/arquivo/7577-14373 os pesquisadores procuram também discutir a importância dos moinhos na construção da sociedade contemporânea. Também retratar o espaço dos moinhos na evolução do município de Ijuí. "Moinhos estes que construidos por Imigrantes nos primeiros tempos do povoamento da Antiga Colônia Ijuhy ajudaram na própria sobrevivência alimentar dos primeiros Imigrantes e posteriormente  ajudaram a alcançar o desenvolvimento econômico de Ijuí ". (Crédito da foto que ilustra nosso blog: Portal de notícias ijuhy.com - onde há outras fotos históricas).

UMA PEQUENA BIOGRAFIA DE LUIS GERMANO GIESELER:  Este pioneiro foi homenageado com a denominação de uma rua na cidade de Ijuí, a qual está localizada no bairro Hammarström. 
    Luis Germano Gieseler nasceu na Alemanha, no dia 27 de julho de 1870. Veio para o Brasil com  seis anos de idade, acompanhando seus pais, que vieram morar em Rio Pardinho, interior de Santa Cruz do Sul. Em 1889, chegava Gieseler em nosso município, se estabelecendo  na Linha 1 Leste, nas margens do rio Potiribu, onde construiu um moinho (que começou a funcionar em 1906). Paralelamente dedicava-se também a atividade agrícola. Foi suplente de Intendente, durante a administração do Cel. Dico. Membro da Comissão de administração e fundadora do  atual Colégio Evangélico Augusto Pestana - CEAP. Veio uma falecer em Ijuí, em 1954. (Fonte: Guia Biográfico das Ruas de Ijuí, Luis Carlos Ávila, 1982, página 96).
Postar um comentário